O que é Plano de Negócios (5 Etapas Para Fazer o Seu)

Deixar de fazer um planejamento antes de começar seu negócio próprio é o caminho certo para ter bastante dor de cabeça nos meses iniciais. Sem planejar antecipadamente, você vai se deparar com dificuldades que não tinha previsto, tornando-as mais difíceis de serem resolvidas. Por isso é importantíssimo você saber o que é plano de negócios.

Se você pensa em iniciar um novo empreendimento , um plano de negócios pode ajudá-lo a determinar se sua ideia de negócio é viável ou não. Afinal, não faz sentido começar um negócio se houver pouca ou nenhuma chance de que o negócio seja lucrativo, e um plano de negócios ajuda a descobrir suas chances de sucesso.

o que é plano de negócios

O que é Plano de Negócios?

Um plano de negócios é um guia que descreve quais são os objetivos do empreendimento e quais passos devem ser seguidos para que eles sejam alcançados. Para quem está começando um negócio, elaborar um plano de negócios é um primeiro passo vital.

Além disso, ter todos os passos escritos e detalhados tornarão muito mais fácil saber se você está no caminho certo ou não.

Porém, ele não é útil apenas para quem está iniciando um novo projeto. Se você já possui um negócio e está querendo implementar alguma melhoria ou expansão, também deveria ter um.

Se você já anotou uma ideia de negócio em um rascunho com algumas tarefas que precisa realizar, você escreveu um plano de negócios – ou pelo menos os componentes básicos de um. Basicamente, um plano de negócios é apenas um guia de como sua empresa funcionará e como você fará com que ela seja bem-sucedida.

Para que serve um Plano de Negócios?

Em muitos casos, as pessoas que pretendem abrir um negócio próprio não têm dinheiro suficiente para colocar em prática.

Se você precisar de um financiamento inicial, você deve ter um plano de negócios pronto para mostrar e convencer os potenciais investidores a colocarem dinheiro no seu negócio. Por outro lado, sem um documento mostrando o planejamento, ninguém vai querer investir no seu empreendimento.

Além disso, um bom planejamento vai ajuda

Idealmente, você deve revisar e atualizar o plano periodicamente para ver se as metas foram atingidas ou mudaram e evoluíram. Às vezes, você vai precisar criar um novo plano, caso queira mudar a direção da sua empresa.

5 Etapas Para Fazer Seu Plano de Negócios

Primeiramente, é claro que você vai precisar conhecer o ramo de atividade, definir produtos que vai vender e analisar o local de estabelecimento. Porém, existem mais algumas coisas essenciais para colocar no seu planejamento. Confira:

1. Análise de Mercado

Para começar do jeito certo, é fundamental saber quem são os clientes, fornecedores e concorrentes, além de definir exatamente quais são os produtos ou serviços que você vai oferecer. Definindo corretamente seu público-alvo e estudando como atrair a atenção dele, você economiza muito tempo e dinheiro.

Depois de definir para quem você quer vender (seu público-alvo), é importante pensar no posicionamento do seu produto / serviço. Você precisa deixar claro se o produto tem a intenção de ser de boa qualidade, com bom custo-benefício, se o preço é acima da média por ser mais requintado, etc.

Dessa forma você vai conseguir avaliar melhor se está indo na direção do que os clientes desejam. Isso também é importante para você fazer ações de marketing direcionadas ao público certo.

2. Marketing

Para ter mais sucesso, você deve efetuar ações de Marketing pensadas e direcionadas ao seu cliente ideal. As ações podem ser classificadas em áreas, que são traduzidas nos 4 “Ps”: Produto, Praça (pontos de venda), Promoção (Comunicação) e Preço.
 
Além disso, é importante que você tenha noção do valor que o seu produto carrega, tanto no preço quanto na qualidade. Dessa forma você consegue tomar decisões específicas quando for anunciá-lo. Conhecer absolutamente todos os detalhes do que está vendendo ajuda a convencer outras pessoas a comprá-lo.

3. Plano Operacional

Essa parte é caracterizada pelo “como fazer”. O plano operacional descreve como a empresa está estruturada: localização, instalações físicas e equipamentos. Mesmo que seja na sua casa, trate de colocar tudo o que você vai precisar para a produção.

Além disso, você também deve fazer estimativas acerca da capacidade produtiva ou de quantos clientes consegue atender por mês, além de traçar quantos serão os funcionários e as tarefas de cada um (caso tenha funcionários).

4. Plano Financeiro

Aqui você precisa pensar em quanto deve investir para concretizar a empresa. Não precisa ser exato, apenas uma estimativa. O documento deve conter, basicamente, as estimativas de custos iniciais, despesas e receitas, de capital de giro, fluxo de caixa e de lucros.

Descreva cada cada item com detalhes para oferecer um panorama inicial de operacionalização do negócio. Pesquise quanto você vai precisar investir para comprar os equipamentos e estrutura que precisa. Quanto mais detalhado você for, menor será o desperdício com custos desnecessários.

Você pode analisar sobre a possibilidade de alugar alguns equipamentos no início, ao invés de comprar tudo.

5. Avaliação do Plano de Negócios

Por fim, coloque no papel quais são os possíveis “problemas” que você pode enfrentar pelo caminho. Por exemplo: se algum equipamento quebrar, o que fazer para resolver?

Dessa forma, com os possíveis desafios já em mente, você vai conseguir resolvê-los de maneira mais rápida e com menor custo.

Além disso, é importante manter uma avaliação periódica do seu planejamento para continuar melhorando com o tempo.

Conclusão

Em suma, um plano de negócios é uma prática que todo empreendedor deveria fazer antes de iniciar seu empreendimento. Quando bem feito, evita que você perca tempo e dinheiro em um negócio que não funcionará de forma alguma.

Então, não se assuste pensando que é muito difícil fazer o seu planejamento. Você pode atualizar o seu plano conforme o tempo passa. Afinal, quanto mais experiência você adquire, mais ideias e projetos vão surgir na sua cabeça.

E esse é um dos pontos chave de grandes empreendedores: estar em evolução sempre. Seja estudando através de cursos e livros, ou com seus próprios erros.

Por fim, se você já tem alguma ideia de negocio para abrir, comece a criar seu plano de negócio! Desejamos todo sucesso do mundo para você!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.