Como Começar a Vender Doces – 4 Erros Que Você Deve Evitar

Seja você uma confeiteira de mão cheia, ou apenas está procurando uma nova fonte de renda e busca por como começar a vender doces, esse artigo é para você…

Se quiser ter uma confeitaria de sucesso, cheia de clientes e com muito dinheiro na conta, precisa evitar esses 4 erros que vamos citar.

Uma coisa que você precisa entender já: não basta saber fazer o melhor doce do mundo!

Se você não agir como uma empreendedora, nunca terá uma confeitaria de sucesso.

Além do mais, se você não encarar isso como um negócio de verdade e pensar que “é só uma renda extra”, já está no caminho errado.

Então, confira essas 4 razões que podem fazer o seu negócio dar errado e evite-as:

1. Tentar Vender Para Todo Mundo

Quando pergunto para donas de confeitarias qual é o seu público-alvo, muitas respondem: “todo mundo”.

A verdade é que isso quer dizer NINGUÉM.

Isso mesmo, tentar atingir todas as pessoas para ter o maior público possível é uma péssima ideia. Enquanto você tentar vender para todo mundo (para não excluir nenhuma pessoa), o seu negócio não vai dar certo.

Você pode ver isso como um arqueiro desorientado no meio da neblina tentando acertar um alvo com flechadas para todo lado.

Talvez você pense: “mas se atirar para todo lado, uma hora vou acertar”.

Entretanto, para pequenos negócios essa é uma estratégia muito perigosa. Afinal, você não tem flechas infinitas para atirar. Ou seja, depois de tentar várias vezes e não conseguir, você vai acabar desistindo.

Dessa forma, muitas confeitarias gastam energia e dinheiro de forma errada tentando ter o maior lucro possível. Porém, acabam quebrando por não ter definido um público-alvo, ou nicho de mercado.

Veja abaixo alguns exemplos de nichos de mercado para você se basear. Você pode focar suas estratégias de venda para pessoas que:

  • Querem comprar um bolo de casamento;
  • Precisam de doces para festas de aniversário;
  • Querem doces finos para eventos;
  • Procuram apenas doces para comer e se sentir felizes, como cookies e brownies; entre outros.

Então, se você quer começar a vender doces do jeito certo, lembre-se disso:

Segmentando o mercado que você vai atuar, você consegue se tornar “um peixe grande num balde pequeno” e dominar o seu mercado.

2. Ter Um Cardápio Enorme

Outro erro que mulheres que querem começar a vender doces cometem é querer oferecer um cardápio gigantesco. Elas pensam que, dessa forma, irão agradar mais os clientes por terem uma maior variedade.

Porém, não é bem assim que acontece.

Um estudo americano mostrou fez uma pesquisa com uma sorveteria. O cardápio da sorveteria era alterado a cada 6 horas.

O primeiro modelo tinha 20 sabores disponíveis, e o segundo apenas 6 sabores.

O que eles descobriram foi: quando eram oferecidos 20 sabores, apenas 3% das pessoas acabavam escolhendo e comprando um sabor.

Por outro lado, quando era oferecido apenas 6 sabores, incríveis 30% dos clientes optavam por escolher e comprar um sorvete.

Ou seja, quando você oferece muitas opções diferentes de sabores você CONFUNDE o cliente.

Por ter muitas opções disponíveis, a pessoa naturalmente fica em dúvida. E existe uma lei nas vendas que diz: Cliente confuso não compra!

Portanto, escolhe de 3 a 6 opções de produtos para vender inicialmente. Afinal, você vai ter uma estrutura mais simples de trabalhar (menos estoque e processos para fazer) e não vai confundir seus clientes.

3. Tentar Competir Pelo Preço

Muitas empresas, especialmente os pequenos negócios, tentam se destacar do mercado oferecendo o menor preço. Dessa forma pensam que vão atrair mais clientes por ter uma oferta atrativa.

Tome cuidado com isso!

Essa estratégia é utilizada por alguns negócios de sucesso. Entretanto, normalmente são as grandes empresas que conseguem fazer disso uma vantagem.

Pense comigo… se você quiser se destacar por oferecer o menor preço, você vai acabar com as suas margens de lucro.

E isso é muito perigoso para pequenas confeitarias. Afinal, as grandes empresas conseguem ter uma margem maior para trabalhar descontos e preços mais baixos.

Isso acontece porque quanto maior a escala da produção, menores são os custos para produzir. Logo, mais baixo pode ser o preço final.

Outro problema é: sempre vai ter um concorrente baixando ainda mais o preço, mesmo que isso signifique ter prejuízo! Afinal, muitas confeiteiras nem sabem precificar corretamente, apenas se baseiam no preço dos concorrentes e cobram mais barato.

Outro ponto a destacar é que oferecer preços mais altos tem uma vantagem: atrair clientes melhores. Isso mesmo, os clientes que pagam mais caro costumam reclamar menos do que os que buscam preços baixos.

Você pode aumentar o preço dos seus doces adicionando serviços customizados, bônus e/ou brindes adicionais, etc.

4. Não Saber Gerir Um Negócio

Um erro comum das confeiteiras iniciantes é achar que basta saber fazer uma boa receita que o sucesso está garantido.

Pois bem… acontece que não é bem assim que funciona.

Você precisa encarar isso como um negócio de verdade.

E qualquer negócio precisa ter uma boa gestão financeira se quiser ter sucesso.

Você pode ter a melhor receita do mundo, se não souber gerir corretamente a sua confeitaria, você não vai alcançar o sucesso que tanto deseja.

Então, o primeiro passo é saber precificar corretamente o seu produto. E se você acha que para fazer isso basta multiplicar o custo do produto por 3 (como muitas dizem por aí…) está redondamente enganada.

Você precisa calcular os custos corretamente, e colocar uma margem de lucro que você deseja, para formar um preço aceitável.

Entretanto, não basta apenas saber precificar. Você precisa saber controlar as finanças do negócio como um todo.

Você vai precisar anotar todas as entradas e saídas da sua confeitaria.

Além disso, no início é tentador pegar o dinheiro que você recebe e gastar como se fosse seu salário.

Esse é outro erro comum. Você precisa ter caixa, ou seja, uma reserva de dinheiro para fazer seu negócio crescer.

Crie o hábito de anotar tudo que entra e que sai, para no fim do mês saber qual foi seu lucro líquido. Na verdade, no começo o ideal é saber semanalmente como está seu fluxo de caixa.

Conclusão

Nesse artigo você aprendeu 4 erros que podem destruir sua tentativa de começar a vender doces. É claro que existem vários outros fatores que vão te levar ao sucesso, mas esses que foram citados são essenciais.

Então, se você ainda não iniciou no ramo da confeitaria, já tem bastante coisa para analisar e fazer o negócio dar certo desde o início.

E se você já começou a fazer doces para vender mas está com dificuldades em fazer o negócio crescer, talvez seja por um (ou mais) dos motivos citados.

Por fim, espero que esse post tenha ajudado você.

Se gostou, compartilhe com quem você acha que precisa saber disso também.

E também deixe um comentário se tiver qualquer dúvida que possamos ajudar. Ficaremos felizes em responder!

1 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.